segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

'Till the day we're not around.


Quando for grande, quero entrar na minha própria casa, com paredes de todas as cores, e poder dizer que é minha. Cozinhar o meu próprio jantar, mesmo que isso signifique comer pizza todos os dias, deixar a loiça por lavar e o chão por varrer. Quando tiver a minha própria vida, quero poder entrar em casa às horas que quiser, sem ter que dar explicações. Quero poder ir para o Porto, Lisboa ou Algarve no meu próprio carro, rumo a qualquer lado, sem ter que dar explicações a quem quer que seja. Quero pegar na mochila, meter lá para dentro tudo o que me vier à mão, e entrar no primeiro comboio que me aparecer à frente, viajando assim por todo o mundo. Quero poder faltar ao trabalho, e dizer que estou doente. Quero poder ir às compras, sozinha e à hora que quiser. Quero poder comprar montes de doces e comer o que me apetecer, à hora que me apetecer. Quero poder ter fins-de-semana, em que posso dormir até mais tarde, sem ninguém me incomodar. Quero um cão. Um cão que se deite no meu tapete do quarto e que me acorde de manhã com lambidelas. Quero também um gato. Um que me aqueça os pés quando me sentar no meu belo sofá e que me faça companhia. Quero ficar acordada até altas horas da noite, a comer pipocas e a ver filmes. Quero poder cantar pela casa fora e andar descalça sem que me digam para não o fazer. Mas por enquanto, ainda sou pequena. Ainda sou de porcelana e ainda não sei lidar com os desgostos que a vida me dá. Ainda preciso de mimos e de abraços. Ainda preciso que me limpem as lágrimas e que me acalmem aquando de um pesadelo. Sei que quando for grande, vou querer ser pequena, mas deixem-me cá sonhar e não quebrar a rotina de querer o futuro.

7 comentários:

  1. adorei, está lindo. eu já estou mesmo a entrar na fase de precisar disso. uma casa só nossa, mesmo que pequena e desajeitada, faz toda a diferença. agora deixa que te mimem :)

    ResponderEliminar
  2. Lindoo *-*
    talves um dia irás mesmo desejar voltar a casa, voltar a ter castigos, e voltar a ter alguem que te diga para ñ fazeres certas coisas, e até que te proibam de muitas coisas, mas até lá ficas-te mesmo pelos mimos, e pelas lagrimas limpas querida :D

    ResponderEliminar
  3. enquanto isso não acontece vive o presente e aproveita-o ao maximo , para depois nao te arrependeres do teu passado *-*

    ResponderEliminar
  4. já estou a seguir, adorei o blog :]
    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Sonhar é a chave da vida... Acredita... :)

    Beijinho*

    ResponderEliminar

pégadas.